Patrono 2015 Juremir Machado

Patrono 2015 Juremir Machado

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Maestro Nei Beck recebe o Título de Cidadão Caçapavano

Fonte: Caçapavaonline.net

Na noite desta quinta-feira, dia 7, a Câmara de Vereadores de Caçapava realizou uma Sessão Solene de outorga do Título de Cidadão Caçapavano ao Maestro Nei Beck, dentro da programação da Feira do Livro, no Salão Paroquial.

O Presidente do Legislativo, Pedro Gaspar, fez a abertura do evento saudando o homenageado e o Coral Municipal Caçapavano. Falou também sobre a importância cultural da Feira do Livro de Caçapava e do empenho da Comissão Organizadora do evento, em especial ao Pedro Vanolin, pela dedicação constante a este que é um dos maiores eventos culturais do munícipio, e que, apresenta todo ano, muitas atrações, oficinas, palestras, cursos, música e a oportunidade da comunidade ter contato com grandes nomes da literatura.

O Coral Municipal fez a abertura do evento com a execução do hino nacional. Logo após, o prefeito Otomar Vivian, juntamente com o presidente da Câmara, Pedro Gaspar, fizeram a entrega de um diploma de Cidadão Caçapavano ao Maestro Nei Beck. Na sequencia, o vereador proponente da homenagem, Antonio Tolfo (Bingo) entregou o troféu símbolo de Cidadão Caçapavano.

Nei Beck agradeceu a homenagem, e disse que era um momento especial e que muito deste reconhecimento vem do trabalho realizado junto ao Coral Municipal Caçapavano, e aos projetos desenvolvidos em Caçapava desde 1990. Beck falou que “A música é uma linguagem universal, pois não é necessário compreendermos as palavras, não é necessário entender o idioma, porque ela nos fala a nossa alma, e isso transcende a qualquer experiência que podemos ter”. Após seu discurso, O Coral Municipal Caçapavano fez uma apresentação, cantando a música “Agnus Day", em homenagem ao seu maestro, a Câmara de Vereadores e a Feira do Livro de Caçapava, e finalizou a Sessão cantando o hino Rio-Grandense.

Ex-prefeito lança livro sobre reflexões da sua derrota na política

Fonte: Caçapavaonline.net

O ex-prefeito de Caçapava, Zauri Tiaraju de Castro, lançará no sábado, dia 09, na 25ª Feira do Livro, “Perdas e Ganhos”. Segundo o autor, o livro traz uma série de reflexões sobre a primeira derrota de sua vida: a da política.

- Faço um balanço. A minha vida foi cheia de desafios, mas repleta de sucessos ininterruptos até o ponto da derrota política.  Eu acredito que há perdas e ganhos dentro da dinâmica existencial e que cabe a cada um de nós decidir pelo seu próprio protagonismo. Acumulei conhecimentos e vivências que me permitem incorporar o conceito de morrer peleando – disse o ex-prefeito.

A ideia de escrever o livro surgiu em 2013, numa viagem de férias. Durante o descanso, o escritor iniciou a leitura de uma obra de Paulo Coelho e traçou um paralelo com a sua situação.

- Quando perdi as eleições em 2012, estava desorientado, repontando sonhos, procurando rumos naquele momento doloroso que eu estava vivenciando. Em 2008 me tornei o primeiro prefeito identificado com as carências populares da minha gente. Por quatro anos analisei e avaliei erros e acertos cometidos e conclui que havia inovado e realizado bem mais que a média das administrações anteriores. Vi também que o meu esforço não fora reconhecido pelas classes mais elitizadas da população e aqueles que ficaram de fora nos últimos quatro anos magoaram-se com o surgimento uma nova liderança. Fui para o segundo embate e colhi uma derrota esmagadora.  Mas o mais dolorido foi a traição de muitos que estiveram bem próximos de mim durante os quatro anos em que a oposição tripudiou a nossa minoria política na Câmara de Vereadores. Depois disso vivi um período de refúgio em Santa Catarina e decidi que voltaria. Assim como no livro, eu havia encontrado a parceria, não da mulher fujona, mas do meu ideal maior de vida: voltar a servir – conta Zauri Tiaraju.

O livro também traz uma crônica sobre “O Bombeador”, monumento encomendado pelo ex-prefeito em 2012, que gerou polêmica, porque para muitos, o dinheiro deveria ser investido na saúde ou educação. A capa de “Perdas e Ganhos” traz uma imagem da estátua que estátua em Santa Catarina.

Escritor lança seu terceiro livro

Fonte: Gazeta de Caçapava

Não há idade para ser feliz. Esta mensagem motivadora dá o título ao novo livro do escritor Alfredo Laureano de Brum Sobrinho, lançado nesta semana.

Segundo o autor, trata-se de uma história romântica, narra a trajetória de um jovem que teve uma vida de muito sofrimento e decepções, mas que com coragem e apoio dos amigos foi à luta em busca da felicidade.

Alfredo Brum já escreveu um livro de memórias, Doces Lembranças, lançado em 2012, e o romance O Velho Franklin, publicado em 2013.

- As primeiras obras foram doadas para amigos e autoridades. Esta última, mesmo não tendo conseguido lançar na nossa Feira do Livro, já fiz a doação de 60 exemplares para a Apae e o Banco da Amizade. O restante será doado para amigos e aqueles que pedirem. Nenhum será vendido – relata o autor.

Lançamentos em família

Fonte: Gazeta de Caçapava

Esta 25ª Feira do Livro de Caçapava, como em anos anteriores, apresenta sempre fatos curiosos ou inusitados. Como ocorreu entre pai e filho, na segunda-feira (04), quando Pedro Brum e seu filho João Pedro, especialmente convidados, lançaram livros na mostra caçapavana. Na noite reservada para escritores caçapavanos e convidados, Rivadavia Severo e sua filha Ariane ofereceram ao público local as obras “Alpharrabios” e “O suave mistério amoroso”.

O livro do prof. Riva, cujo texto, em grande parte, reproduz artigos e crônicas publicados nas páginas da Gazeta de Caçapava, foi lançado no ano passado, nas feiras de D. Pedrito, em outubro, e em Porto Alegre, no mês seguinte. Por sua vez, a obra de Ariane Severo, uma reflexão sobre o convívio, tranquilo ou conturbado, de casais, foi lançado na Feira do Livro de Porto Alegre do ano passado e mereceu nova sessão de autógrafos, em grande estilo, em março último, na Livraria Saraiva do shopping Moinhos de Vento. As obras podem ser encontradas nos estandes da Biblioteca Pública do Município e na Liga de Combate ao Câncer.