Patrono 2017 - Paulo Flávio Ledur

domingo, 5 de abril de 2015

Juremir Machado da Silva, um patrono polêmico

Fonte: CacapavaOnline

O escritor, jornalista e professor universitário Juremir Machado da Silva, escolhido patrono da 25ª Feria do Livro, é conhecido pela forma polêmica e crítica de fazer jornalismo. Colunista no jornal Correio do Povo, onde assina uma coluna seis dias por semana e comentarista diário da Rádio Guaíba nos programas Bom-dia e Ganhando o Jogo, ele diz que não vê problemas no polemismo:

“Faz parte da história do jornalismo. Uma de suas características é provocar paixões. Temas polêmicos sempre vão dividir opiniões. Se eu escrever sobre o impeachment da presidente Dilma, tem pessoas que vão concordar, outras irão me xingar. Mas sobre a forma como faço jornalismo, acredito que sou mais elogiado do que criticado. Algumas críticas são pertinentes, mas tem aqueles que atacam de maneira covarde, vil e desonesta”, disse o escritor.

Para o escritor, ser escolhido patrono representa, pelo lado afetivo, uma homenagem carinhosa, e pelo lado profissional, um reconhecimento por seu trabalho. O escritor já esteve em Caçapava anteriormente a convite de Alcy Cheuyche.

Juremir Machado da Silva, além de ser formado nos cursos de Jornalismo e História da PUCRS, Universidade onde coordena o Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social, é doutor em Sociologia pela Universidade Paris V, René Descartes, Sorbonne. Como jornalista, também atuou como correspondente no jornal Zero Hora de Porto Alegre, teve passagem pela revista Isto É e colaborou com a Folha de São Paulo.

Entre suas obras, publicou livros que falam sobre a história do País, como a Revolução de 30 e personalidades políticas como Getúlio Vargas, Jango Goulart, Leonel Brizola. O escritor também tem livros de ficção, romance, acadêmicos, de jornalismo e livro-reportagem. Atualmente está trabalhando num projeto de pesquisa sobre a cobertura da imprensa no dia posterior a abolição da escravatura.

A Feira do Livro de Caçapava acontece de 1º a 10 de maio, no Salão Paroquial.


Nenhum comentário:

Postar um comentário