Patrono 2017 - Paulo Flávio Ledur

sábado, 30 de abril de 2016

Câmara prestará homenagem ao Escritor Alcy Cheuiche na Feira do Livro

A Câmara de Vereadores realizará uma Sessão Solene em Homenagem Especial ao Escritor Alcy Cheuiche, na sexta-feira, dia 29, na 26º Feira do Livro de Caçapava do Sul. A indicação desta homenagem foi uma escolha unânime dos pares do Legislativo.

Cheuiche é reconhecido como um dos grandes escritores do Brasil, com obras também traduzidas para o espanhol, o alemão, o inglês e o francês. Recebeu muitas distinções por sua atividade literária, entre elas as medalhas Simões Lopes Neto, Santos Dumont, Oswaldo Aranha, e os prêmios literários Açorianos, Ilha de Laytano, RBS Rádio, Troféu Laçador, Troféu Guri, entre outros. Em 2006, foi Patrono da Feira do Livro de Porto Alegre, uma das maiores em espaço aberto do mundo. Em 2011 foi Patrono dos Festejos Farroupilhas, atividade que mobiliza milhões de pessoas em todo o Rio Grande do Sul.  

Autografou seus livros e proferiu conferências em muitas cidades brasileiras e também em outros países como Uruguai, Argentina, Paraguai, Chile, Cuba, Estados Unidos, França e Alemanha. Além disso, é co-autor, tradutor e orientador de oficinas de criação literária, a partir das quais foram publicados trinta e nove livros, sendo onze deles com autores caçapavanos. É sócio fundador da AGES-Associação Gaúcha de Escritores e Membro Vitalício da Academia Rio-Grandense de Letras (a entidade cultural mais antiga do estado, fundada em 1901). Conferencista nos cinco idiomas que domina, é reconhecido pelo seu alto nível de cultura e capacidade de comunicação.

Romance • O Gato e a Revolução • O Mestiço de São Borja • Sepé Tiaraju - Romance dos Sete Povos das Missões • Sepé Tiaraju (romance em quadrinhos) • Sepé Tiaraju (edição em Braille) • Sepé Tiarayú, Novela de los Siete Pueblos de Misiones (edição em espanhol) • Sepé Tiaraju – Der letzt Häuptling, (edição em alemão) • Sepé Tiaraju (edição bilíngue português/alemão, ilustrada por Leonid Streliaev) - A Guerra dos Farrapos • Ana sem Terra • Warum auf Morgen Warten (Ana Sem Terra, em alemão) • Lord Baccarat • A Mulher do Espelho • Nos céus de Paris – Romance da vida de Santos Dumont • Jabal Lubnàn – As aventuras de um mascate libanês • João Cândido – O Almirante Negro •O Farol da Solidão.
Poesia • Versos do Extremo Sul • Entre o Sena e o Guaíba • Meditações de um Poeta de Gravata •Antologia Poética.
Crônica • O Planeta Azul • Na garupa de Chronos • Com sabor de terra.
Infanto-juvenil • A caturrita americana • O ventríloquo.
Biografia • Autores Gaúchos, Fascículo nº 8 • Santos Dumont.
Teatro • O Pecado Original.


Oficinas de Criação Literária • Estórias e lendas de Caçapava do Sul • Estórias e lendas de Bagé •Chananeco – A história de um carreteiro • Entre o real e o imaginário • Seis contistas de Bagé •Caçapava do Sul contando histórias • Honório Lemes – O tropeiro da liberdade • Os Charruas • As ruas enluaradas • A saga dos povoadores • Baby Pignatari – O centauro de bronze • Luigi Rossetti – O jornalista farroupilha • Ituzaingô – A saga das lutas da fronteira sul • Na trilha dos ancestrais • Nos caminhos da Rainha • Banco não dá bom dia • Ditadura, anistia e greve geral • O palco histórico da Feira do Livro • Nos caminhos do Banrisul • Porto dos Casais • Legalidade – 50 anos depois • Contos contemporâneos • Entre o Sena e o Guaíba/Entre la Seine et le Guaíba  • Contos Contemporâneos 2012  Esta terra tem dono/Esta terra tiene dueño/ Co yvi oguereco yara   • A casa do João-de-barro  •Contos Contemporâneos 2013 • Fundação banrisul 50 anos – Uma história para contar • A saúde do trabalhador brasileiro/La salud del trabajador brasileño • Histórias do vinho/Histoires du vin  • Contos Contemporâneos 2014  • A arte da palavra  • 50 anos do Golpe de 1964/50 años del Golpe de 1964 •Água:elemento essencial da vida • Contos Contemporâneos 2015 • Nos caminhos da imprensa rio-grandense e brasileira/En los caminos de la prensa ríograndense y brasileña  A arte da palavra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário