Patrono 2017 - Paulo Flávio Ledur

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Teatro Por Que Não ?




“O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá”

O temperamento do Gato Malhado não era nada bom. Bastava aparecer no parque para todos fugirem. E ele ia tocando a vida com a indiferença habitual. Até que, chegada a primavera, o Gato nota que a Andorinha Sinhá não tem receio algum dele. Foi o suficiente para que dali nascesse a amizade dos dois, que se aprofunda com o tempo. 

Inspirado no conto homônimo de Jorge Amado, o espetáculo, que será apresentado na Feira do Livro de Caçapava do Sul, mostra a transformação das criaturas sob a influência do amor, num desenrolar de declarações que permeiam as quatro estações. Gato e andorinha, espécies que originalmente vivem em descompasso, apaixonam-se e degustam de uma melodia que aos poucos sofre a interferência dos ruídos do restante da população que vive no parque.

Com cor, brilho, música e poesia, quatro atores contam e cantam a história de Jorge Amado.
Na montagem do espetáculo, o grupo investiu na contação da história também através da trilha sonora, executada ao vivo pelos atores. 

Há também, na cenografia e no figurino, o uso de sucata como matéria-prima, fazendo com que a reciclagem se torne o mote da criação estética desses elementos.

Com direção e iluminação de Juliet Castaldello, a peça tem potencial para divertir crianças, jovens e adultos no dia 8 de maio, em duas apresentações no Clube União Caçapavana: às 10 horas e às 14 horas. E a outra boa notícia? Entrada franca. Sejam todos bem-vindos, atores e público.

Pedro Vanolin
Coordenador da XXII Feira do Livro

Nenhum comentário:

Postar um comentário