Patrona Felícia Teresinha Soares Lopes

Patrona Felícia Teresinha Soares Lopes

terça-feira, 16 de abril de 2013

Mensagem Enviada por Francisco Pereira Rodrigues

"Foi na Serra de Caçapava
 onde viu a luz do dia..."


Caçapava do Sul está imortalizada numa das páginas mais
emocioantes da Literatura Rio-grandense. Produzido como
sátira política, em 1915, o poema  "Antonio Chimango"
tornou-se um clássico pela perfeição da métrica e pela
primorosa poesia.


Minha ligação com Caçapava do Sul decorre principalmente
da prosa luminosa de Arnaldo Luiz Cassol e de Nicolau da
Silveira  Abraão, bem  como  da comovente  poesia  de
Clara Kipper.


"Houve índios que abriram a clareira
 Construindo na mata frondosa
 A aldeia - futura cidade
 Caçapava lendária e gloriosa."
 

Musicado por Vitor Neves, o hino se transformou numa
comovente mensagem de amor telúrico e esperança no
futuro.
 

É nesta Caçapava do Sul, ufana e generosa que estou
recebendo uma consagração literária na XXIII Feira do
Livro tendo por Patrono o brilhante Airton Ortiz.

Desejava ser presente à festa. Mas a minha idade me
impede. Razão pela qual expresso aqui a mais profunda
gratidão, lamentando não poder ouvir a brilhante palavra 

do meu querido amigo e confrade Alcy Cheuiche.

Abraços  -
Francisco Pereira Rodrigues
POA    16-04-2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário